Veja boas práticas para melhorar a retenção de alunos
Luísa França nov 07, 2016

6 boas práticas para melhorar a retenção de alunos em sua instituição

Gestores de diferentes instituições de ensino têm como uma de suas diversas demandas, a busca por boas soluções para aumentar a retenção de alunos. Essa prática ainda não possui a mesma atenção que é dada a captação de alunos, erro muito comum das instituições, uma vez que de nada adianta trazer muitos alunos, se não conseguir retê-los.

O ponto positivo é que com estratégias adequadas de retenção, resultados satisfatórios de permanência dos alunos são gerados.

Para contribuir nesse processo, separamos 6 boas práticas para melhorar a retenção de alunos. Essas sugestões podem ser o início de um trabalho sólido, que deverá ser aperfeiçoado e revisto constantemente.

Confira a seguir!

1. Comece o trabalho de retenção de alunos desde a captação

A princípio, pode parecer algo desconexo, porém, trabalhar a retenção no momento da captação de novos alunos é uma prática que traz bons resultados.

Ao ingressar em uma instituição de ensino, é natural que o estudante deseje concluir o percurso em questão. Porém, no decorrer dos anos letivos, pelas mais diferentes questões, ele pode optar por encerrar o seu relacionamento com a escola.

Para evitar que isso ocorra, uma das práticas recomendadas é, já no momento da matrícula, expor com clareza, objetividade e riqueza de detalhes todas as informações referentes ao percurso e instituição. Tais como: a estrutura, equipe, método de ensino, políticas de pagamento — inclusive com relação aos possíveis reajustes — entre outros temas pertinentes.

Ao expor o panorama completo, a ideia é aliar a expectativa do estudante e dos familiares à realidade da instituição. Isto é, buscar o candidato certo, que terá maior probabilidade de concluir o curso, pois compreendeu as diretrizes internas e pôde se programar de forma adequada para cumprir os seus estudos.

Veja tambémComo a parceria com o AppProva pode te ajudar na campanha de matrículas

2. Ofereça soluções para pendências financeiras

A dificuldade financeira é uma das causas que fazem estudantes romperem seus contratos com a instituição de ensino. E isso ocorre por motivos variados, tais como aumento da mensalidade não condizente ao orçamento familiar, desemprego, entre outros.

Cabe a você, gestor, estar apto a lidar com essas demandas e buscar soluções que ajudem na retenção de alunos e contribuam para o bom andamento da instituição. Entre algumas práticas, podemos citar:

» Informar desde a matrícula as informações relacionadas aos pagamentos, expondo de forma clara os prováveis reajustes, taxas e cobranças extras. Isso ajudará na organização financeira da família, que poderá se preparar para cumprir com as obrigações.

» Manter uma política de inadimplência escolar clara e objetiva, na qual professores, gestores e demais integrantes da equipe estejam a par das regras e mantenham o mesmo discurso, para não haver discrepância de informações em nenhuma das partes.

» Tratar as pendências financeiras de forma educada, sem nenhum tipo de exposição ao aluno e levando em consideração o seu histórico de bom pagador e também o momento que está vivendo.

» Sempre que possível, oferecer soluções paliativas, tais como descontos e parcelamentos de dívidas.

Veja também: “Como o AppProva pode te ajudar a minimizar os impactos da inadimplência escolar”

3. Invista em relacionamento para melhorar a retenção de alunos

Atualmente, investir em relacionamento é algo primordial, inclusive para as instituições de ensino. Estamos na era da informação, e todos buscam se comunicar a todo o momento. Para fidelizar e evitar a evasão de alunos, é importante ter uma boa estratégia de relacionamento.

Quanto a isso, usar a internet a seu favor é o ponto inicial. Converse com os estudantes por meio das redes sociais, e-mail e, sobretudo, deixe muito claro que há um canal aberto e que interações são bem-vindas.

Além disso, trabalhar estratégias de relacionamento com os pais é fundamental. Manter um diálogo aberto e disponibilizar informações atualizadas e constantes sobre a instituição traz mais segurança à família.

Fora do ambiente virtual, ações que promovam o relacionamento dos pais, alunos e comunidade, como eventos, feiras, convenções são interessantes para aproximação com a instituição e fortalecimento de vínculos.

Veja também nosso ebook gratuito: “Como tornar a escola mais atrativa para a sociedade? Saiba como atrair mais alunos para sua escola

Retenção de Alunos: ebook de como tornar a escola mais atrativa

4. Tenha atenção às necessidades dos alunos

Uma das formas de evitar a retenção é oferecendo a oportunidade dos alunos se expressarem. Os estudantes, sobretudo os jovens, desejam ser ouvidos e, seguramente, terão preferência por uma escola na qual sua voz tem vez.

Diante disso, você precisa disponibilizar meios para que os alunos possam dar sua opinião, apresentar sugestões e sintam que são efetivamente ouvidos e representados. A instituição de ensino precisa ser encarada pelos discentes como uma via de mão dupla, na qual ambos os lados tem força e representatividade.

Além de criar um canal (uma ouvidoria para atender os alunos), é importante que toda a equipe — inspetores, funcionários de bibliotecas, professores e direção — estejam engajados na tarefa de dar atenção ao que os alunos desejam falar. Importante ressaltar que é necessário preparo para lidar com questões como bullying e preconceitos de forma acolhedora e respeitosa.

5. Analise as transferências

Se determinado aluno decidiu se transferir para outra escola, analisar esse fato pode ser muito proveitoso para promover melhorias dentro da sua própria instituição.

Avalie, primeiramente, o porquê da transferência. As respostas já podem ser muito reveladoras para alterar a dinâmica da sua escola. Além disso, busque conhecer o novo local que o estudante escolheu para prosseguir com sua formação:

Quais são os diferenciais que podem ter sido decisivos?

O preço das mensalidades?

A estrutura?

A grade curricular?

As estratégias de relacionamento e comunicação?

Enfim, há diversas possibilidades, e entendê-las é fundamental para aprimorar a sua atuação como gestor e conseguir promover alterações nos pontos que talvez estejam causando evasão.

6. Ofereça opções de monitoramento de presença

Um dos receios dos pais é saber se os seus filhos estão realmente na escola. Por isso, para oferecer mais segurança e garantia de que os alunos estão nas dependências escolares durante o horário de aula, é importante investir em um sistema que ofereça monitoramento de presença.

Atualmente, há diversas possibilidades, como acompanhamento pela internet ou mesmo mensagem no celular a cada entrada ou saída da escola. Esse sistema traz mais segurança aos pais e também oferece mais um benefício para manter o seu filho na instituição.

Veja também: “Como reduzir a evasão em minha Instituição de Ensino Superior?

Como você viu, há algumas práticas que trazem bons resultados para melhorar a retenção de alunos. O importante é avaliar constantemente a sua instituição e verificar o que precisa ser alterado ou aprimorado.

Agora, aproveite para compartilhar este post com seus colegas nas redes sociais e contribua para o debate sobre o tema comentando abaixo!

Cometários

Comentários

[87763]
[87763]
[87763]
[87763]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d