Usando o site da escola para captar alunos na campanha de matrículas
Luísa França out 31, 2017

Usando o site da escola para captar alunos na campanha de matrículas

A rotina gerencial de um colégio começa pelas definições pedagógicas, diretrizes para as salas de aulas e a formatação de um ensino de qualidade. Porém, também é preciso pensar nas estratégias para atrair e captar novos alunos para a instituição. Nesse processo, como usar o site da escola?

O marketing de um colégio pode ser feito utilizando diversos canais de comunicação. Desde os tradicionais – como outdoors, panfletos, jornais institucionais e outros –, até os digitais, como publicidade online, mídias sociais, blogs e sites. A escolha do modelo depende da estratégia adotada.

Mas poucas instituições escolares conseguem aproveitar todo o potencial que um bom site oferece. Mais do que expor os dados básicos da escola, essas plataformas são canais de comunicação poderosos e quando bem utilizados têm grande potencial de divulgação e relacionamento com o público-alvo.

Ao contrário do que alguns empresários do setor de ensino ou gestores educacionais podem pensar, um site institucional já não é mais um diferencial, mas sim um pré-requisito para quem busca se destacar em meio à grande quantidade de concorrentes que existem no mercado atualmente.


Baixe o Kit Para Aumentar as Matrículas da Sua Escola


Diálogo com os alunos

Para montar uma estratégia de marketing usando o seu site institucional é preciso saber com quem você vai dialogar. Entre os principais públicos de uma escola estão os seus alunos – seja os já matriculados em sua instituição ou aqueles que podem vir a participar do seu corpo discente.

Dessa forma, um site que conta com áreas pensadas especialmente para esses jovens consegue captar sua atenção com maior sucesso. As opções são variadas:

» Área do aluno, para que possam consultar dados relativos às matérias, calendário e notas;
» Notícias, em que são colocadas matérias que possam interessar aos seus estudantes (desde materiais educativos, entretenimento, lazer e dicas de leitura até temas sobre escolha de profissão, por exemplo);
» Vídeos com revisões de matérias ou outros temas.

Esses são alguns exemplos de como o site pode ser usado para se comunicar com os jovens e ao mesmo tempo criar uma relação mais sólida com eles. Para isso, entretanto, é fundamental ficar atento à linguagem usada e ao desenvolvimento do conteúdo, para que se adequem de fato ao público.

Diálogo com os pais e responsáveis

É importante lembrar, porém, que o diálogo não deve ser estabelecido somente com os estudantes. Afinal, geralmente os pais ou responsáveis também participam da escolha da escola. Assim, é importante estabelecer um relacionamento próximo com a família dos alunos, deixando claros os diferenciais da instituição, mostrando preocupação com o bem-estar dos jovens e com um ensino de qualidade.

Considerando-se as famílias dos alunos, é necessário se atentar a dois perfis diferentes. Primeiro, os pais e responsáveis de alunos já matriculados, que precisam perceber a evolução do filho a fim de mantê-los na mesma instituição. Segundo, as famílias que buscam uma nova escola para matricular o jovem.

Adotar uma postura que leva em consideração os diferentes perfis do seu público-alvo leva a melhores resultados em termos de renovação de matrícula e captação de novos alunos. Afinal, dessa maneira todos os públicos que por ventura visitem o site vão se identificar com algum conteúdo ou recurso oferecido, o que ajuda a aumentar o interesse e a despertar a atenção do visitante.

Veja alguns recursos que podem ser explorados no site da escola:

» Área para os pais, que permite acompanhar a frequência, as notas, a avaliação do comportamento etc;
» Notícias sobre atividades desenvolvidas pela escola;
» Seções explicativas sobre os diferenciais que a escola tem a oferecer, como infraestrutura, matérias especiais, atividades extraclasse etc., acompanhadas de fotos e vídeos que ilustrem cada item;
» Fórum de discussões em que os pais podem interagir entre si e oferecer opiniões e sugestões para a escola.

Essas são algumas ideias de como o site pode ser usado para oferecer informações relevantes para os pais e responsáveis, permitindo que eles tenham conhecimento do que acontece na escola, acompanhem a rotina do filho e sejam ativos na comunidade escolar. Existem diversas formas de se explorar um site, que podem ser pensadas e desenvolvidas com um pouco de criatividade.

Captando alunos pelo site

A seguir serão listados alguns pontos importantes que devem ser levados em consideração para melhorar a captação de alunos com o site da escola. Acompanhe!

Tenha objetivos

Assim como acontece com as aulas, o marketing da escola também exige um planejamento sólido, pautado por metas e objetivos alcançáveis. E nada de estabelecer alvos genéricos! Se o objetivo é aumentar o número de matrículas, por exemplo, é importante definir um percentual de crescimento que se deseja alcançar e trabalhar baseando-se nesse número.

A definição dos objetivos irá direcionar todo o trabalho de comunicação. No caso de captação de alunos, é preciso desenvolver conteúdos que atraiam as pessoas, que demostrem o valor da sua instituição de ensino e que mostrem aos jovens, pais e responsáveis que a escola em questão é a melhor opção.

Tenha presença nos sites de busca

Geralmente, quando a família procura uma nova escola, é comum pedir referências a conhecidos e a fazer buscas na internet sobre as escolas. Ainda que seja difícil controlar a propaganda “boa a boca”, é possível fazer um trabalho para melhorar a presença do site da instituição em ferramentas de busca como o Google.

O ideal é trabalhar para colocar o site da escola nas primeiras posições. Para isso, é necessário produzir conteúdo de qualidade, utilizar as palavras-chaves certas em seu material, otimizar o portal para que cumpra as boas regras exigidas pelos buscadores, dentre outras ações de marketing digital.

Aposte no conteúdo

Nos tópicos anteriores falamos um pouco sobre a necessidade de trabalhar um conteúdo de qualidade e voltado para cada um dos públicos visados. Um site, para ser relevante, precisa oferecer materiais novos, de qualidade e que sejam atualizados com regularidade.

Aposte em notícias do setor, informações pedagógicas, dados que atestem os bons resultados do colégio, informes sobre as atividades extraclasse oferecidas, assim como outros modelos de conteúdo.

Tenha um site responsivo

Atualmente é comum que as pessoas tenham celular, tablet e notebook e que utilizem todos esses dispositivos para visitar sites e fazer pesquisas. Cada uma dessas telas possui um formato diferente e abre o conteúdo de forma diferente.

Um site responsivo é aquele capaz de se adaptar a todos esses formatos, tornando a experiência do visitante muito mais agradável. Sendo assim, é muito importante configurar o seu site para que ele apareça da maneira adequada em cada dispositivo, para garantir que o visitante não vai abandonar a página porque não conseguiu navegar de forma apropriada!

Conclusão

Ter um bom site hoje já não é mais um diferencial, e sim um pré-requisito. Afinal, quando uma pessoa quer saber mais sobre determinado assunto, geralmente sua primeira reação é fazer uma busca na internet.

Quando pensado de forma estratégica para atingir cada um dos públicos visados, o site pode ajudar (e muito!) na captação de alunos. Ainda assim, essa não é a única maneira de aproveitar o que a tecnologia oferece de melhor para as escolas. Quer saber como o processo pedagógico pode se beneficiar do uso da tecnologia? Confira o artigo abaixo!

Como o Colégio São Paulo usa a tecnologia para envolver os pais no processo pedagógico dos alunos

Cometários

Comentários

[87763]
[87763]
[87763]
[87763]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d