Quais são os maiores desafios da direção escolar?
Daniela Panteliades nov 27, 2015

Quais são os maiores desafios da direção escolar?

Nossa equipe preparou textos para construir a série “Maiores Desafios” e o primeiro deles será direcionado à direção escolar.

Quando discutimos a importância de um diretor de empresa, fica clara a sua importância na estratégia dos negócios, não é mesmo? Quando falamos de um diretor de uma escola, porém, não é tão delimitada a sua atuação, embora seja muito parecida com a de outros gestores. Assim como qualquer líder, o diretor de escola tem um compromisso com os seus resultados e com a postura institucional frente às mudanças do setor.

O diretor é o principal porta-voz da organização e deve zelar pelo interesse de todos os envolvidos. Para que você seja, na prática, um diretor tão relevante quanto uma escola precisa ter, listamos os principais desafios de quem está nessa posição, com base nas conversas que temos com diretores de todo o país – que são muito diferentes de um coordenador ou de um professor.

Veja os principais desafios que escutamos e também as melhores práticas para a gestão escolar!

1. Ser claro em relação aos objetivos

Muitas vezes consideramos que o objetivo da escola está claro, afinal, estão todos ali reunidos para fomentar o aprendizado dos alunos. Mas como será esse aprendizado? Onde você quer que os jovens cheguem? Como quer que os professores evoluam? Deixar as diretrizes mais transparentes é o ponto de partida primordial do diretor da escola – e talvez o seu maior desafio. Pontue os objetivos principais da sua instituição: pode ser ter um maior número de matrículas de determinada faixa etária, o maior número de aprovados nos vestibulares das universidades mais concorridas ou aumentar as notas no ENEM. A partir dessa meta, desenhe planos de ação tanto para os alunos quanto para os professores, para que estejam traçando juntos sua trajetória. Lembre-se ainda de considerar os interesses de todos ao desenhar a sua estratégia.

2. Direcionar novos investimentos

Ao gerir o orçamento da escola, você deve se preocupar não apenas com os gastos fixos e seus reajustes anuais, mas também para qual área devem ser direcionados os investimentos. Se o forte da sua instituição – ou seu objetivo, como comentamos acima – for o ensino prático, invista em laboratórios de química ou biologia, por exemplo. Se você pretende implantar uma grade horária em período integral, pode ser o caso de reformar as áreas de lazer. Se os seus alunos são majoritariamente adolescentes, pode valer a pena investir em uma plataforma móvel de testes para incentivar os estudos.

3. Entender a realidade dos alunos

Conhecer o seu público pode ser outro grande desafio. Não basta apenas ter o perfil socioeconômico de seus alunos e familiares, é necessário entender também do que as crianças e jovens gostam e o que chama a sua atenção, para que seus conteúdos e aulas sejam realmente bem aproveitados e retidos. Nesse sentido, vale conhecer a fundo estudos sobre a nova geração , hiperconectividade, principais meios de comunicação e linguagem e até os principais assuntos que estão em pauta entre os alunos. Conhecer a realidade deles é essencial para transformá-la.

Baixe aqui nosso ebook gratuito para diretores escolares e veja quais são suas principais funções a importância de cada uma delas! 

4. Explorar o ambiente da escola

A região na qual a escola está inserida é impactada pelo fluxo de alunos e professores nos horários de chegada e saída da escola. Conhecer o comércio local e os principais pontos de lazer pode ser fundamental para fazer parcerias e para, principalmente, fazer com que os alunos sintam-se parte da região. Propor atividades fora das salas é uma oportunidade de contribuir para a formação cidadã das crianças e jovens, permitindo que eles alterem o seu cotidiano e aprendam sobre a política local. Afinal, a escola também possui responsabilidade para com a sua comunidade.

5. Pensar na governança

A figura do diretor de escola é muito importante, e isso não quer dizer que deva ter uma gestão isolada. Pensar na governança da instituição é fundamental para manter o seu bom funcionamento e fazer com que os professores também fiquem mais engajados com o dia a dia de trabalho. Pense em criar núcleos de trabalho – um para cuidar de questões administrativas, outro para inovações, outro para ética, por exemplo. Isso estimula o debate e garante a tomada de decisões de forma democrática.

6. Ser empreendedor

A escola pode não ser um empreendimento recente, mas deve ser encarada como se fosse. Isso porque o diretor da escola deve sempre manter o interesse nas inovações e na busca por melhores resultados. Esteja sempre atento às pesquisas de mercado, às tendências de ensino e às necessidades de seu público para que sua renovação seja constante.

Veja também os próximos textos da série “Maiores desafios“, em que falamos sobre os principais desafios encontrados pelos coordenadores pedagógicos e sobre os principais desafios enfrentados pelos professores!

Cometários

Comentários

[87763]
[87763]
[87763]
[87763]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d