Como motivar os alunos diante o cenário de corrupção?
Luísa França mar 31, 2015

Como motivar os alunos diante de um cenário com tanta corrupção?

Bem, a ideia do meu post de hoje é, digamos, fazer um desabafo e tentar mostrar rapidamente meu ponto de vista, como professor e educador, a respeito dessa “maré” de notícias ruins envolvendo nossos políticos e nobres representantes do povo brasileiro. Não vou me deter em discussões ideológicas e/ou partidárias, tampouco vou defender algum ponto de vista ou análise política.

Desde mais novo, sempre fui um otimista em relação ao futuro do nosso país. E desde que comecei meus primeiros contatos com a sala de aula como educador (tinha por volta de 19 anos), eu sempre ouvia críticas e frases do tipo “nosso país é uma porcaria”, “se eu tivesse condição, me mudaria do Brasil” e até mesmo “ser professor e morar no Brasil são coisas que não valem a pena”. Me lembro que, sempre ao ouvir algo parecido com isso, ia embora pra casa e pensava: “esse pessoal não sabe o que está dizendo, as coisas estão melhorando”. Enfim, sempre fui um entusiasta do nosso país e acreditava que as coisas estavam, sim, melhorando.

Recentemente, todos os meios de comunicação, das mais variadas fontes e linhas partidárias, têm noticiado escândalos envolvendo deputados, ex-governadores, senadores, empresários, etc. Já estou cansado de ler sobre Petrobras, Lava-Jato, corrupção, empreiteiras, desvios, impunidade, crise, desconfiança, entre outros. E confesso que de algumas semanas pra cá, me peguei desanimado com o momento que nosso país está vivendo.

Mas é aí que entra minha análise do post de hoje! Não posso pensar na palavra esperança, relacionando-a com o verbo esperar. Tenho que pensar em algo parecido com Esperançar e, claro, fazer minha parte. Acredito que, como professor e educador de jovens brasileiros, não posso deixar o pessimismo tomar conta de mim. Sou um formador de futuros cidadãos brasileiros! É claro que devo ser realista, mas de pessimistas e “reclamões”, nosso país já está infestado.

Assim, tenho procurado alavancar as coisas boas e mostrar para os meus alunos que, em alguns momentos nos encontramos em situações que não temos controle do começo, mas na maioria das vezes poderemos controlar ou interferir no final, já que quem trilha o caminho somos nós! E reitero, eles são o futuro, e eles poderão, com nossa ajuda, mudar e aperfeiçoar o que vem pela frente. Logicamente, o caminho mais fácil seria “mudar do Brasil” ou continuar reclamando, mas é nesse momento que minha função de professor e educador deve se destacar: mostrar para os meus alunos que toda grande consequência, necessita de um grande esforço anteriormente. E mais, que eles não estão sozinhos!

Esse texto foi escrito por: Jorge Cascardo, Especialista em neurociências pela Universidade Federal de Minas Gerais, odontólogo, professor de biologia no Colégio Santo Antônio e Diretor Pedagógico do AppProva.

Termino aqui e indico um rápido vídeo que nos ajuda a sermos mais fortes em relação ao futuro.

 

Cometários

Comentários