Como reduzir a evasão em minha Instituição de Ensino Superior?
Luísa França out 25, 2016

Evasão no Ensino Superior

A evasão é um dos fenômenos mais temidos pelos gestores das Instituições de Ensino Superior. Não bastasse a redução na quantidade de matrículas na rede privada (8% entre 2014 e 2015)[1], 60%[2] dos ingressantes não concluem o curso de graduação. Portanto, grande parte do esforço e do investimento dedicados à – por si só desafiadora – captação escorrem pelo ralo.

Uma das principais causas da evasão é a carência de uma formação adequada herdada do Ensino Médio. Dados do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2015 demonstram que os estudantes brasileiros têm dificuldade de escrever: dos 5,8 milhões de inscritos, a maioria (34,2%) [3] obteve entre 500 e 600 pontos na redação, enquanto 53 mil zeraram e somente 104 conseguiram nota máxima (1000).

Além de ser porta de entrada para as universidades públicas, uma boa nota na redação também é importante para a participação nos programas governamentais de incentivo, como o ProUni e o Fies. Isso sem mencionar todas as disciplinas de graduação que exigem uma boa escrita e o Enade, no qual o concluinte enfrentará 5 questões discursivas.

A importância do Processo Seletivo

Aliado ao problema da redação está o da falta de conhecimentos básicos necessários a cada curso de graduação, os quais muitas vezes o aluno não possui e tampouco o processo seletivo consegue identificar de maneira precisa para que a IES possa tomar medidas mais assertivas. Assim, o ingressante não acompanha as disciplinas, é reprovado e se sente desmotivado a seguir no curso.

Enquanto há instituições que se conformam com a alta taxa de evasão e simplesmente aumentam agressivamente os gastos com marketing e captação, outras investem de maneira estratégica em processos seletivos inteligentes que as permitem conhecer melhor os alunos ingressantes e realizar intervenções pedagógicas, até mesmo utilizando a tecnologia, por meio de programas de nivelamento personalizados.

O AppProva, em parceria com a Imaginie, oferece soluções que podem ajudar a resolver os problemas relacionados à evasão.


[1] http://www1.folha.uol.com.br/educacao/2016/10/1820329-com-crise-no-fies-numero-de-novos-alunos-no-ensino-superior-cai-em-2015.shtml

[2] Fonte: SEMESP, Mapa do Ensino Superior do Brasil 2016 (p. 13).

[3] http://g1.globo.com/educacao/enem/2015/noticia/2016/01/104-alunos-tiveram-nota-mil-na-redacao-do-enem-aponta-mec.html

Cometários

Comentários