Como aproximar os pais da realidade escolar do aluno?
Daniela Panteliades fev 23, 2015

Como aproximar os pais da realidade escolar do aluno?

Para muitos pais, o processo de ensinar é de total responsabilidade da escola, e qualquer elogio ou crítica deve recair sobre as costas dos profissionais da educação. Entretanto, esse engano acaba por ser mais nocivo, justamente, ao aprendizado. Afinal, a educação deve ser um compromisso que envolve tanto os pais quanto a instituição de ensino.

Não por acaso foi criada a ideia da “comunidade escolar”, que abrange, além da participação de professores, diretores, funcionários e alunos, a dos pais. Estes precisam ser atraídos para engajar-se de maneira ativa no processo de aprendizado de seus filhos, e não apenas convocados para reuniões anuais das quais, muitas vezes, se ausentam. Mas como tornar essa relação mais rica e trazer os pais para a realidade escolar do aluno?

Comunidade escolar

O conceito de comunidade escolar envolve uma ação conjunta entre todos os seus participantes, que devem atuar como uma equipe cuja meta é a educação dos estudantes. Por isso, uma boa forma de aproximar a família da realidade escolar do aluno é criando uma situação harmoniosa desde o início.

Para tal, é interessante que os encontros entre pais e educadores sejam feitos de forma regular, e planejados de modo a realmente informar os responsáveis pelos estudantes sobre a proposta de ensino da escola, além de criar um espaço para ouvir o que os pais têm a dizer.

Baixe aqui nosso ebook gratuito para educadores e conheça 6 ótimas maneiras de identificar as dificuldades dos alunos!

Abertura por parte da escola

A escola deve se preocupar em saber quais são os interesses dos pais, isto é, o que desejam que seus filhos sejam e aprendam. Isso pode ser feito por reuniões presenciais ou, de maneira mais prática — e, por isso, mais certa de contar com a participação dos responsáveis —, por meio de comunicação online. O importante é que haja um diálogo constante entre os educadores e a família do aluno.

Caso alguns responsáveis não compareçam, é interessante fazer um convite direcionado para o próximo encontro e manter uma comunicação constante por e-mail ou telefone. A partir do momento em que os pais notarem o interesse da escola e se perceberem como sujeitos importantes no processo de aprendizado de seus filhos, certamente se tornarão mais engajados.

Ação conjunta

A participação dos pais é fundamental para o sucesso do processo de aprendizado de crianças e adolescentes, e seu papel no ensino de seus filhos deve funcionar de forma complementar ao da escola, promovendo tanto os valores e atitudes inerentes à boa convivência social quanto aqueles particulares a cada família.

Os professores também podem estimular a participação dos pais através das próprias atividades e deveres de casa passados aos alunos. Eventualmente, as tarefas podem demandar algum tipo de interação entre o estudante e seu responsável, a fim de a convocar pai e mãe e a tornar o exercício interessante para todos.

Dessa forma, a atuação conjunta que tem como centro o aluno pode atingir o seu objetivo: educar da melhor forma possível.

Nesse post abordamos como aproximar a família da realidade do aluno.  Você gostaria de saber como melhorar o desempenho dos seus alunos no ENEM? Agende uma conversa gratuita com um de nossos especialistas e saiba como!

Cometários

Comentários

[87763]
[87763]
[87763]
[87763]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d