Saiba o que é o Projeto Político Pedagógico

Arllen Jorge nov 21, 2016

Projeto Político Pedagógico (PPP)

O Projeto Político Pedagógico, também conhecido apenas como projeto pedagógico, é um documento que deve ser produzido por todas as escolas, segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

Embora seja amplamente conhecido no meio especializado, muitos diretores pedagógicos e gestores educacionais têm dúvidas sobre o que o documento deve conter, como ele foi criado e de que forma ele deve ser implementado nas escolas.

Se você é um desses profissionais que desejam entender melhor o que é um Projeto Político Pedagógico, não deixe de ler o texto abaixo. Ele será de grande ajuda para que você melhore o ensino e a aprendizagem em sua instituição.

Ficou interessado? Então, continue a leitura!

O que é o Projeto Político Pedagógico?

“Por que e com qual função existe esse espaço educativo?”

Essa é a indagação que serve como base para a elaboração de Projeto Político Pedagógico. Elaborar esse tipo de projeto é criar um guia para que a comunidade escolar — alunos, pais, professores, funcionários e gestores — consigam transformar sua própria realidade.

Na prática, o documento estipula quais são os objetivos da instituição e o que a escola, em todas as suas dimensões, vai fazer para alcançá-los. Nele, serão considerados todos os âmbitos que compõem o ambiente educacional, como:

» A proposta curricular: nela deve ficar claro o que será ensinado e qual será a metodologia adotada. Ela deve trazer, ainda, as diretrizes adotadas pela instituição para avaliação da aprendizagem, bem como do próprio método de ensino;

» Diretrizes sobre a formação dos professores: o documento deve ser claro sobre a forma com que a equipe docente vai se organizar para cumprir a proposta curricular. Além disso, deve haver um plano para desenvolvimento e capacitação contínuos dessa equipe;

» Diretrizes para a gestão administrativa: para que a proposta curricular e as diretrizes sobre a equipe sejam cumpridas é necessário que exista um suporte administrativo bem organizado. O documento apontará o caminho para que a gestão da escola viabilize os outros pontos.

Em suma, o documento será como um mapa para que a instituição alcance seu potencial máximo, adequando-se ao contexto no qual está inserida e contribuindo para o crescimento e desenvolvimento de seus alunos.

Projeto Político Pedagógico: Ebook Trabalhando a Motivação de Professores

Quais conceitos dão forma ao Projeto Político Pedagógico?

Os conceitos que aparecem no nome do documento também podem ser úteis para esclarecer a necessidade do Projeto Político Pedagógico. Veja:

» Projeto: é uma reunião de propostas que têm como objetivo a realização de uma ação. Assim, essa palavra traz a ideia de futuro, que tem como ponto de partida o presente;

» Político: esse termo está presente por considerar a função social das instituições de ensino. Assim, seu significado está relacionado à possibilidade de fazer da escola um espaço emancipatório e que atua na formação de cidadãos ativos na construção da sociedade;

» Pedagógico: a palavra define o conjunto de métodos utilizados na educação para que cada sujeito se desenvolva de forma global. Assim, nesse documento, o termo faz menção a todos os projetos e atividades educacionais que são utilizadas nos processos de ensino e aprendizagem.

Agora, pense em todos esses conceitos como sendo dimensões. Perceba que, sendo o objetivo do PPP estipular quais são os objetivos da instituição e o que a escola fará para alcançá-los, essas dimensões são complementares.

Por que ele é uma ferramenta flexível?

Até agora ficou bem claro que esse documento deve observar a realidade da comunidade escolar.

Sendo assim, ele deverá atender cada pessoa e todas ao mesmo tempo, não é mesmo?

Exatamente! É por isso que essa ferramenta deve ser completa, ganhando força de um guia, além de flexibilidade, a fim de que se adapte às necessidades de cada estudante.

Assim, sua elaboração precisa contemplar:

» Plano de ação;

» Diretrizes pedagógicas;

» Quem são os envolvidos;

» Dados regionais sobre a aprendizagem;

» Contexto das famílias dos estudantes;

» Recursos.

Se esses tópicos forem contemplados, as chances de que o Projeto Político Pedagógico fique engavetado serão menores.

Quem são os responsáveis pela elaboração e revisão do Projeto Político Pedagógico?

Com tudo o que já foi dito, ficou bem claro que esse documento é colaborativo, correto? Entretanto, é fundamental que exista uma figura mobilizadora que conduzirá esse processo; um papel designado ao diretor.

O processo de elaboração pode ocorrer em diversos formatos. Há instituições que o produzem por meio do Conselho Escolar — já que ele possui representantes dos diversos segmentos da comunidade escolar. Há outras instituições que optam por participação individual ou plenárias. Não existe um formato correto, afinal, cada espaço educacional possui uma realidade diferente.

Já na finalização do documento, em sua maioria, as instituições de ensino convocam uma equipe de especialistas pedagógicos. Embora não seja regra, essa é uma ação recomendável, pois esses profissionais têm capacidade para atribuir um padrão de qualidade e viabilidade à redação final das propostas.

Aqui, vale lembrar que a finalização do documento não significa o fim desse percurso. O Projeto Político Pedagógico deve ser revisto periodicamente, no máximo, anualmente. Essa revisão possibilita que os membros das equipes pedagógica e gestora ajustem as metas e os prazos de acordo com os resultados alcançados pelos alunos.


Veja também nosso ebook gratuito: Gestão escolar para aproximar aluno, professor e diretor


Qual contexto histórico possibilitou o surgimento do Projeto Político Pedagógico?

Todos sabem que, desde 1996, quando foi promulgada a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LBD), todas as instituições de ensino precisam ter um PPP. Entretanto, o que muitos não sabem é em que contexto surgiu essa ideia.

A década de 1980 foi marcada por um movimento de democratização no Brasil. Internacionalmente não era diferente; nesse período, o mundo começava a questionar o modelo de Estado intervencionista, no qual havia uma centralização e verticalização das decisões tomadas em todas as instituições, inclusive na escola.

Nesse contexto, em 1988 o Fórum Nacional em Defesa da Escola Pública começou a batalhar para que fosse instituída uma gestão democrática do ensino público. Esse conceito tinha por objetivo conceder autonomia a cada instituição de ensino. Outro tópico importante é que, nesse período, as escolas passaram a receber alunos egressos de comunidades antes excluídas. Ou seja, existia uma necessidade latente para que as escolas se adaptassem às novas realidades.

E assim, devido ao contexto nacional e internacional, o projeto pedagógico foi instituído na Constituição de 1988. A partir de então, a realidade local começou a fazer parte das considerações gerais a serem analisadas na instituição das diretrizes de uma escola.


Veja também nosso ebook gratuito com o tema: Base Nacional Comum Curricular: o que muda em sua escola?

Projeto Político Pedagógico: ebook BNCC

Após essa breve revisão histórica, queremos saber: este texto foi útil para que você entendesse o que é um Projeto Político Pedagógico? Dê sua opinião nos comentários abaixo!

Cometários

Comentários

[87763]
[87763]
[87763]
[87763]
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d
[CDATA[ function read_cookie(a){var b=a+"=";var c=document.cookie.split(";");for(var d=0;d